Pages

12 de jun de 2011

Mais um diretor diz não para a continuação de Wolverine


Depois que Darren Aronofsky (“Cisne Negro”) decidiu abandonar a direção de “The Wolverine”, a lista de candidatos à vaga não pára de minguar. Primeiro, David Slade (“A Saga Crepúsculo: Eclipse”) cansou de esperar e fechou com a própria 20th Century Fox para dirigir o reboot de “O Demolidor”. Agora, Mark Romanek (“Retrato de Uma Obsessão”) disse ao Digital Spy que chegou a receber um convite da 20th Century Fox, mas que não se interessou pelo projeto.
“Eu cheguei a estar na lista. Recebi o roteiro uns meses atrás. Não parecia meu tipo de coisa. O roteiro é uma versão sensacional daquele tipo de filme, mas não algo que fizesse eu me apaixonar”, contou o diretor.
Com a desistência de Romanek, a Fox agora trabalha com sete nomes para a continuação de “X-Men Origens: Wolverine”. São eles Doug Liman (“Jogo de Poder”), Antoine Fuqua (“Dia de Treinamento”), Justin Lin (“Velozes e Furiosos 5″), James Mangold (“Encontro Explosivo”), Gavin O’Connor (“Força Policial”) e até o brasileiro José Padilha (“Tropa de Elite”).
Alguns destes nomes tem pouca experiência com filmes de ação, já outros como Justin Lin e o brasileiro José Padilha estão ocupados com outros projetos. O estúdio ainda não definiu uma data para definir o escolhido.
O roteiro de “The Wolverine” foi escrito por Chris McQuarrie (“Os Suspeitos”) e adapta a clássica minissérie de Chris Claremont e Frank Miller, que no Brasil ganhou o nome de “Eu, Wolverine”. Nela, Wolverine vai para o Japão, aprende artes marciais e se apaixona por Mariko, mas tem que enfrentar grandes inimigos, como o Samurai de Prata.
O filme ainda não tem data de estreia definida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Just Fama Pelo Mundo

Procure aqui